logo da Quercus
Últimas notícias

.posts recentes

. 1 YVOS = N AMBIENTALISTAS...

.Horas em Bali

Nusa Dua

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

Terça-feira, 11 de Dezembro de 2007

1 YVOS = N AMBIENTALISTAS?

 

Ana Rita Antunes (Quercus em Bali)

 

Ontem o dia foi dedicado a discutir formas de desenvolvimento para os países em desenvolvimento (não há maneira de não repetir desenvolvimento duas vezes; com esta já lá vão três). Este é um desenvolvimento que todos querem sustentável e com um baixo nível de necessidades de carbono. São vários os denominados eventos paralelos que todos os dias ocorrem em simultâneo com o programa oficial de negociações.
 
Yvos de Boer – Secretário Executivo da Convenção das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (UNFCCC em inglês) – participou na palestra que ocorreu na sala Solar, em plena hora de almoço (das 13 às 15 horas), promovida pelo Banco Mundial, com o tema: “As pessoas primeiro: a acção climática em prol do desenvolvimento”.
 
Yvos de Boer apareceu bem disposto já a palestra tinha começado, vindo da conferência de impressa diária da UNFCCC, com um copo com sumo dizendo que ia ser o seu almoço. A introdução ao discurso fez saltar uma gargalhada da plateia: “estas conferências de negociações são como as relações inter-pessoais: o entusiasmo inicial desaparece ao fim de algum tempo, quer sejam anos ou 7 dias – o tempo que já estamos aqui em Bali.
 
Fez uma revisão sobre os principais acontecimentos do ano de 2007 que considerou como o ano do clima. Mencionou as metas assumidas pela União Europeia no Conselho Europeu da Primavera, as reuniões do G8 e outras grandes economias mundiais, bem como o encontro ao mais alto nível nas Nações Unidas, onde ele mesmo assumiu um papel de coordenação.
 
Mas acima de tudo isto está o relatório deste ano do Painel Intergovernamental sobre Alterações Climáticas (IPCC em inglês) que mereceu também o Prémio Nobel da Paz. Para Boer este relatório mostra sem sombra para dúvida que as alterações climáticas estão a acontecer e a acelerar.
 
A questão agora para Yvos de Boer é “Qual vai ser a resposta política às evidências científicas?” Boer, repetiu outra vez a pergunta e pediu aos jornalistas presentes na sala e aos 130 jornalistas aqui em Bali que questionassem os ministros dos seus países sobre “Qual vai ser a resposta política às evidências científicas?”
 
“As alterações climáticas são uma realidade, e os povos de que estamos aqui a falar que já sentem essas consequências estão lá fora no mundo real. Nós aqui podemos e devemos conseguir mudar o rumo dos acontecimentos.”
 
Para Boer é inconcebível que Bali termine sem um mandato claro de negociações para o futuro.
 
Com discurso de de Boer são precisos os ambientalistas para quê?
 
Discurso completo em:
http://unfccc.int/files/press/news_room/statements/application/txt/071210_statement_071210_wbcsd.pdf
publicado por bali às 12:02
link do post | comentar | favorito
|

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds